quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Novo metaplágio para a poesia de Adília Lopes


com uma fome antiga
a mesma dos meus vinte anos
escrevo à moda de tão preto 
pensando 
na poesia de adília lopes
enquanto dou uma mordida
num croissant de queijo
deixado em minhas mãos por você,
margarida,
olho a tua minissaia,
econômica em matéria de pano,
e, sem rasurar a paisagem,
devolvo o croissant
disfarçadamente
à cesta de pães
e pisco os olhos para Maria
que voraz me escreve
um epigrama

(José Carlos Sant Anna)

Visite o meu outro blog
TÃO PRETO – SEM EXCESSO DE LUZ

Visite o meu outro blog
www.souhospededoasturias.blogspot.com.br

Visite o site da Quarteto Editora

10 comentários:

  1. Deixando um beijo de carinho e paz pra desejar um belo final de semana. Abraço

    ResponderExcluir
  2. E com grande voracidade e prazer também "devoro" teu delicioso poema, amigo querido. Um lindo final de semana! Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Ah a Adília Lopes!....Curioso que ela escreveu uma crónica, já antiga, sobre um sem abrigo que lhe terá pedido, não dinheiro, mas um croissant com queijo...No entanto a Margarida, não consigo relacionar...só me ocorre a Margarida Vale de Gato, uma excelente poetisa, um pouco na linha da Adília, no que a um certo erotismo "directo", sem grandes preocupações líricas, diz respeito...Mas não terá nada a ver!
    Adília Lopes é pseudónimo de Maria José, e também fala de Maria em alguns poemas...
    Ai que dor de cabeça! Se ao menos soubesse o sentido do epigrama, mas escrito por uma Maria voraz, deve ser bastante sugestivo...:-)
    Belo poema!
    xx

    ResponderExcluir
  4. Perder-se em pensamentos e aprisioná-los magistralmente no papel, é lindo demais!
    José Carlos, beijo!

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema.
    Penso que Maria criticou o seu olhar.
    Confesso que que você me deixa muitas dúvidas.
    Beijinhos e um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. No primário croissant com queijo se matam outras fomes, outros apetites apenas visíveis no olhar de Maria.

    Adília Lopes, um pseudónimo que revela uma mulher peculiar e portuguesa.

    Bem hajas por espalhares e dares a conhecer o que ainda vai acontecendo neste país frio.

    A minissaia lembrou-me tempos quentes, peles que roçam o ar seja nos vinte ou outra década qualquer.

    Espero que já de vontades saciado, a paisagem se rasgue em infinitos e horizontes de inspiração.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Li o seu comentário com um sorriso, e só não vim logo agradecer a sua presteza porque a saúde está um pouco periclitante, mas nada de mais...
    Procurei-o, mas foi difícil encontrá-lo, já que foi remetido para os confins do painel, junto aos "sem rosto"... É urgente arranjar um rosto que eu possa, orgulhosamente, exibir no meu painel de seguidores.
    Não o quero como um ilustre desconhecido :)))

    Gostei do croissant com queijo, tristemente devolvido à cesta de pães, depois de uma tímida mordida.
    Mas... como na variedade é que está o prazer, tentei variar, clicando nesse "suposto" link do seu outro blog, que deveria levar-me para lá, mas... não sei por que motivo, remete-me para um sítio que diz "Impossível apresentar a página".
    Desculpe, mas isso não se faz. É o que, em Portugal, chamamos de "publicidade enganosa".
    Como sou muito persistente, e insistente, voltarei, para ver se as condições de viajar melhoraram :)

    Com votos de continuação de boa semana, deixo...
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  8. Olá, Zé Carlos - espero que não se importe que o trate assim...
    Meu ego ficou do tamanho da montanha de Maomé, com esse "Menina".

    Entendeu bem o motivo do sorriso. Foi o paraquedas, sim, mas não só...
    Há na sua escrita um humor muito... subtil, sub-reptício, que aprecio imenso.

    A propósito do "rosto" sabe porque não aparece? Talvez a resposta esteja aqui: quando você faz o clic para seguir um blog, repare se o rosto aparece... penso que não. Se assim for você tem que "adicionar foto". Penso que deve ser esse o problema... já me tem acontecido. O Blogger, às vezes, passa-se dos carretos :)

    A minha saúde ainda não está tinindo, (OBRIGADA PELO SEU CUIDADO) mas com o tempo (uns 30 dias) lá chegará. Fiz uma rotura no tendão de Aquiles esquerdo; o direito não se sabe, será confirmado ou não por ecografia na próxima segunda-feira. O "chato" no meio disto tudo é o repouso a que estou obrigada, as dores suportam-se bem.

    A publicidade continua enganosa. O estranho é que o link da Editora funciona, remete-nos logo para lá.

    Bom, o croissant continua no mesmo sítio, portanto... retiro-me na paz dos Anjos.
    Que o restinho da semana lhe sorria.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  9. Un poema muy creativo!!
    Feliz semana.

    =================================
    …Me gusta la gente que tiene personalidad.

    Me gusta la gente capaz de entender que el mayor error del ser humano, es intentar sacarse de la cabeza aquello que no sale del corazón.

    La sensibilidad, el coraje, la solidaridad, la bondad, el respeto, la tranquilidad, los valores, la alegría, la humildad, la fe, la felicidad, el tacto, la confianza, la esperanza, el agradecimiento, la sabiduría, los sueños, el arrepentimiento y el amor para los demás y propio son cosas fundamentales para llamarse GENTE.

    Con gente como ésa, me comprometo para lo que sea por el resto de mi vida, ya que por tenerlos junto a mí, me doy por bien retribuido.
    (Fragmento de “La Gente que me Gusta”- Mario Benedetti.)

    Espero que este año que recién comienza te ilumine con sus mejores luces, ese es mi deseo para vos.
    Un gran abrazo a la distancia.
    =================================

    ResponderExcluir
  10. Olá, Zé Carlos
    Estive aqui há uns momentos e escrevi um comentário GRANDE!
    De repente, desapareceu -:(((
    Como suponho que vc não tem moderação de comentários... mais logo vou ver se me lembro do que escrevi, e volto cá.
    Por agora quero só dizer que esse link precisa ser modificado.
    Sem querer arvorar-me em professora... experimente colar este:
    TÃO PRETO – SEM EXCESSO DE LUZ
    mas não esqueça que tem que o inserir em HTML
    Volto mais logo, talvez, ou então amanhã.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir